28 de fev de 2012

9º Capítulo

( Anaísa )


Acordei com um estranho barulho , e não era do meu despertador, porque este nem tocou , ou seja, estou atrasada para as aulas  , era de alguma coisa que se passava na cozinha . Decidi descer, pensei que pudesse ser a Soraya a preparar algo para comer , como ela não percebe nada , mas não . Estavam dois homens de preto, a arrombar umas coisas quaisquer e reparei que estava alguém amarrado , era Pedro ! Eu não fiz barulho , e voltei a subir , para chamar a Soraya .


( Eu ): Soraya , acorda , acorda !
( Soraya ): Já nem se pode dormir , que queres?!
( Eu ): Estamos a ser assaltados !
( Soraya ): O quê?! - gritou .
( Eu ): Cala-te! Não grites . O Pedro está lá baixo amarrado ! Temos de o tirar dali  .
( Soraya ): Como fazemos isso?!
( Eu ): Pega em algo pesado e duro , e desce .


Ela pegou num sapato de salto alto  e eu pequei num médio objecto que ela tinha no quarto.


( Eu ): Um sapato , Soraya?! Como é que eles se vão magoar com um simples sapato ?
( Soraya): Não é um simples sapato , é da Juicy Couture e custou mais do que setenta euros ! 
( Eu ): Pega no raio do vaso que está ao teu lado , e larga a porcaria do sapato.-disse eu apontando para o vaso .


Ela lá pegou nele e descemos , para tentar ajudar o Pedro. Até que ela estraga tudo e deixa cair o vaso . Os assaltantes , que neste instante se encontravam na cozinha , vieram logo ter à sala , ver o porquê do barulho .


( Homem 1 ): Olha! Ele não estava sozinho !
( Homem 2 ): Acompanhado por duas belezas , dás-lhe bem puto .
( Soraya ): Desamarrem-no .
( Eu ) : Já !
( Homem 2 ): Olhem elas já armadas em heroínas ,que piada ! Podiamos-nos divertir , se é que me entendes .-disse ele aproximando-se de mim .


( Zayn )


A Anaísa não veio à primeira aula , e não me avisou de nada , estou preocupado com o que lhe possa ter acontecido . Decidi ir a casa dela , pois nem o telemóvel me atendia . Perguntei à Nicole se sabia de algo , e ela abanou a cabeça negativamente , o que me deu ainda mais motivos para ir a casa dela . Cheguei lá , e ouvi uns gritos , pareciam da Soraya. A porta estava fechada .


( Soraya )


Alguém veio bater à porta , provavelmente pelos gritos que eu dou. A Anaísa aproximou-se da porta .


( Homem 1 ): Nem penses em ir abrir!-disse agarrando-a -.Tu ficas comigo .


O outro homem , estava com a arma apontada a mim . Dei-lhe um valente pontapé , e a Anaísa teve um impulso qualquer que fez com que o homem que a agarrava , a largasse , e tentou tirar a arma ao outro. Não sei o que aconteceu , de repente.. só vejo a Anaísa a ajoelhar-se .


( Homem 1 ): O que lhe fizeste?!
( Homem 2 ): Foi sem querer , juro !


Eu desviei o meu olhar que se encontrava nos homens , e olhei para o chão , onde estava a minha irmã , com as mãos à volta da barriga , cheia de sangue .


( Zayn )


Ouvi um tiro , queria entrar ,mas não havia forma de entrar . Dei voltas à casa , e finalmente vi que a porta da traseira estava entreaberta . Abri-a para que conseguisse passar , e quando cheguei à sala , só vi a Soraya no chão a chorar feita Maria Madalena , abraçada a alguém. Sabem aqueles pensamentos rápidos , provocados por aquele momento de reacção ? Pronto , eu tive um monte desses em poucos segundos , todos à volta do facto de poder ter acontecido algo à Anaísa. Desviei  o meu olhar para essa pessoa que estava a ser abraçada , e comecei a chorar imenso . Sim , a Anaísa estava no chão , inconsciente , com imenso sangue na barriga .


( Eu ): Chama uma ambulância , Soraya , já .
( Soraya ): Mas.. mas..
( Eu ): RÁPIDO!


O medo , o nervosismo , a preocupação , entre outros sentimentos negativos apoderavam-se de mim naquele momento .


( Soraya ) : Eles já estão a vir .- disse esta a chorar .
( Eu ): Dá-me uma toalha , rápido !


Ela foi num pé e voltou noutro com uma toalha . Enrolei a toalha na Anaísa , para que não saísse mais sangue.


( Eu ): Que aconteceu?
( Soraya ): Ela acordou , desceu , viu que nós estávamos a ser assaltados , foi-me chamar , e ...sei lá , não me lembro , foi tudo tão depressa!
( Eu ): O teu irmão ? - perguntei , continuando a fazer pressão na toalha que pusera à volta de Lara.
( Soraya ): Esta ali , com os nervos ainda nem o desamarrei .
( Eu ): Deixa , eu desamarro , continua a fazer pressão .- disse , aproximando-me de Pedro .- Estás bem ? 
( Pedro ): Sim , mas a Anaísa ...- disse ele com uma lágrima nos olhos.


Ele ia continuar a falar , mas chegaram dois senhores com uma maca , onde puseram logo a Anaísa .


( Médico ): Alguém tem de ir com ela .
( Soraya ): Zayn , vai tu .
( Eu ): Ok , eu vou . Vou dando notícias !


( Pedro )


( Soraya ): Estás bem ?
( Eu ): Sim , mas .. achas que a Anaísa pode mor..
( Soraya ): Cruzes , cala-te .- disse dando-me uma pequena cotovelada. O Zayn está com ela , vai-lhe dar força , assim como nós .
( Eu ): Achas que devemos ir às aulas? 
( Soraya ): Não me apetece muito , mas se tem de ser..
( Eu ): Eish , os pais ! Temos de os avisar !
( Soraya ): Nem me lembrei disso ! Telefona tu , que eu vou lá cima arranjar-me .


Peguei no telemóvel e liguei-lhes. 


*Chamada On*


( Eu ): Mãe!
( Mãe ): Que se passa , filho ?
( Eu ): A Anaísa está a ir para ai .
( Mãe ): E qual é o problema ?
( Eu ): Ela levou um tiro mãe ... ela está a ir numa ambulância !
( Mãe ): Ela o quê?! Vou ver se a encontro ,  filho , tem calma,que vai correr tudo bem. Tu e a Soraya estão bem ? E não veio ninguém com a Anaísa?!
( Eu ): Sim , estamos . O namorado foi .
( Mãe ): Ok , vou ver onde ela vai ficar , depois falamos , filho , beijo .
( Eu ): Beijo .


*Chamada Off*




Desliguei a chamada , apanhei os pedaços do vaso que a Soraya deixara cair , e fui-me arranjar.  Antes , passei pelo quarto dela ,e reparei que ela estava  a chorar .


( Eu ): Ei , So , que tens?
( Soraya ): Tenho medo  que ela não fique bem.- disse chorando.
( Eu ): Ela é forte , vai ficar. 
( Soraya ): Ela é muito forte , é sem dúvida o meu ídolo , o meu modelo , sem ela , eu .. não era nada.
( Eu ): Eu sei , olha , acaba de te vestir , vamos para a escola .
( Soraya ): Ergh , porcaria .- disse ela com uma expressão que meteu piada.


Saí do quarto dela , e por fim , vesti-me .


( Soraya )


Cheguei à escola não com a minha alegria habitual , mas sim triste .  O Louis , para minha surpresa, estava lá ainda .


( Louis ): Estás bem ? Estás triste ..-aproximando-se de nós.
( Eu ): Que fazes por aqui , hoje só tinhas aulas de manhã .
( Louis ): Decoraste o meu horário?!
( Eu ): O quê?! Não.. é o mesmo que o da minha irmã , por isso.. - menti .
( Pedro ): Eu vou ter com o Harry e o Niall , chau .
( Louis e eu ): Chau .
( Louis ): Mas diz lá que tens ..
( Eu ): A minha irmã , a Anaísa , levou um tiro . Fomos assaltados esta manhã .
( Louis ): Então é por isso que ela esta manhã faltou , o Zayn estava preocupado .
( Eu ): Pois , ele chegou lá , quando ela levou um tiro .
( Louis): E tu?! Estás bem?! Fizeram-te algo? Tocaram-te ? Eu mato-os .
( Eu ): Eu estou bem , obrigada . - deu o toque.- Tenho de ir , gostei de falar contigo .
( Louis ): E eu contigo , e vais ver que a Anaísa vai ficar boa .-disse ele dando-me um abraço.


( Pedro )


Fui ter com o Harry e o Niall ao jardim , onde estavam com as suas habituais brincadeiras , para as quais, eu não tinha paciência hoje .


( Harry ): Então , mano ?
( Niall ): Que tens ?


 Contei-lhes o sucedido e eles estavam surpreendidos .


( Niall): Às vezes pensamos que só acontece aos outros..
( Harry ): Ela vai ficar bem , pelo que tu dizes dela , ela é forte .


Deu o toque , e fomos para a sala. Naquela aula , eu era ao pé da Soraya , por isso decidi perguntar-lhe como vão as coisas com o Louis . Ela corou e sorriu , sinceramente , não a percebo ..


Sei que este capítulo está super rasco , desculpem. Deixem as vossas opiniões c:

Um comentário: