1 de abr de 2012

One Shot .

Estava a ser seguida por algo ou alguém. Sentia-me desprotegida, sem ninguém para me defender.
Foi aí que sinto alguém a tapar-me a boca com uma áspera mão, tapando de seguida os meus lábios carnudos com um pouco de fita cola.

O nervosismo e o medo apoderaram-se de mim, agravando-se a situação quando uma voz masculina suja me sussurrou " Já vais saber o que é bom".
Ele empurrou-me para dentro de uma carrinha Nissan, suficientemente espaçosa para algumas pessoas.
Começou a desapertar as suas calças, dando-me conhecimento do que iria fazer.
Com a sua nojenta boa, começou a percorrer pormenorizadamente cada parte do meu corpo, até chegar um pouco abaixo do meu umbigo.
Eu esperneava-me toda, mas ele prendeu-me os tornozelos com uma forte corda. Tirou-me as calças e a roupa interior , e ia começar a introduzir ...



( ... )


- Ahh!- gritei.- Ajudem-me!
- Amor? Que se passa?- ele reparou que eu estava a transpirar e a respirar rapidamente.- Foi apenas um pesadelo, princesa, eu estou aqui.- disse, abraçando-me.

E lá estava ele, o homem da minha vida, que todos os dias me dizia um" Amo-te" a proteger-me do mal que me possa acontecer. Zayn, é ele.

2 comentários: